Documentos Crime no Hotel Lisboa

Olá.
É com muito gosto que finalmente concluo a viagem que foi a produção de “Inspector Zé e Robot Palhaço em: Crime no Hotel Lisboa” e , tal como prometido, partilho os documentos que compõem a base do que foi a escrita, design e produção do primeiro jogo da Nerd Monkeys. Todos os documentos encontram-se praticamente inalterados. Já o Plano de Negócios será apenas disponibilizado mais tarde por razões contratuais.

Podem descarregar um zip com todos os documentos aqui -> http://goo.gl/PG64dv

Documentos anexados:
Documento de Design 1.0 – o original
Documento de Design 1.3 – a versão final
Argumento 1.14 – versão completa da história principal
Saidequestes 1.07 – todas as saidequestes
Diagrama dos níveis – organização dos níveis
Calendário de Produção – visão geral do 1º calendário

Ligações externas:
Site oficial – http://www.nerdmonkeys.pt/
Esta localização – https://filipeduartepina.wordpress.com/enter/videogames/muder-in-the-hotel-lisbon/documentos
A Arte de Crime no Hotel Lisboa – http://channel9.msdn.com/Events/GameDevCampPT/Game-Dev-Camp-Portugal-2014/A-arte-do-pixel-a-pixeliza-o-de-Inspector-Z-e-Robot-Palha-o-em-Crime-no-Hotel-Lisboa-VISUAL-ARTS-Tra
Post Mortem de Crime no Hotel Lisboa – https://channel9.msdn.com/Events/DXPortugal/Game-Dev-Camp-2015/Murder-in-the-Hotel-Lisbon-the-Post-Mortem–Track-Industry

Note-se que:
1 – Estes documentos são gratuitos e oferecidos como estão. Alguns foram escritos em Inglês e outros em Português consoante a necessidade. Erros e gralhas foram deixados como estavam.
2 – Podem e devem ser redistribuídos desde que devidamente identificados.
3 – O Documento de Design não inclui tudo o que foi parar ao jogo. Muitas das decisões de design e outras alterações foram tomadas durante a produção.
4 – O argumento não inclui todos os textos. Muitos textos foram escritos durante a produção e como tal existem apenas nos ficheiros finais.

Espero que toda esta informação sirva de alguma forma para ajudar futuros criadores de videojogos ou então simplesmente que vos satisfaça a curiosidade.

Lisboa, 1 de Setembro de 2015
Filipe Duarte Pina

“Bip! Bup! Bip!” – Robot Palhaço